domingo, 17 de janeiro de 2010

Dicas de um bom papo - Mercado do Bosque


Assim como o aperfeiçoamento da comunicação está relacionado ao ato da refeição nos antigos conventos, o aperfeiçoamento amoroso na capital do Acre é relacionado ao Mercado do Bosque.

Para quem não conhece, eu explico: o Mercado do Bosque é uma espécie de ponto de encontro dos boêmios nas madrugadas de Rio Branco, onde ficam senhoras preparando iguarias regionais, como tapioca, mingau, bolos, sucos etc. para reidratar os organismos dos baladeiros de plantão.

Mas, vamos ao lado romântico dessa comilança toda. O fato é que aquele singelo lugar funciona como uma carta de intenções dos amantes, se após a festa não acontecer o convite: "vamos ao mercado?" não há interesse algum, e tudo não passou de uma troca salivar.

Mas, por outro lado, se o convite ocorrer e for aceito, acaba de nascer um romance às luzes do mercado e naquele momento, entre o café-com-leite e a tapioca recheada, trocam emails, telefones, MSN, notam amigos em comum nas mesas ao redor, e dizem ao mundo, ou pelo menos à Rio Branco: "estamos juntos".

O Mercado do Bosque é a nossa réplica Veneziana, um lugar enigmático pela própria simplicidade. Pessoas importantes, de candidato à presidente até rock star, são sempre levadas pelos guias para saborear os quitutes culinários do acreano, sem saberem que a deliciosa comida servida não passa de mera coadjuvante.

9 comentários:

  1. Que atire a primeira pedra aquele (ou aquela) que para estender o tempo em companhia àquela pessoa, não fez o (sempre) com segundas intenções convite "E ai, vamos no Mercado?"

    Grande sacada Ulisses!

    ResponderExcluir
  2. Quase um "Adriano" das palavras.

    .............................................
    "se após a festa não acontecer o convite: "vamos ao mercado?" não há interesse algum, e tudo não passou de uma troca salivar."
    ..............................................

    Sempre(quem diria) romântico, seus textos estão cada vez melhor. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. aaah meu amor sempre me chama pra ir ao mercado *_*
    HAHAHAHA

    Ulisses seu idiota ;*

    ResponderExcluir
  4. É um fuleiro disfarçado!
    auuhhauahuahahu

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente quando vc diz que " é a nossa réplica Veneziana, um lugar enigmático pela própria simplicidade" pois, apesar de toda a simplicidade estrutural do lugar, é onde encontramos as comidas deliciosas de nossa cidade, e realmente....encontramos nossos amigos e conhecidos...além de reativar as energias....rssrsrsr


    ADOREI O TEMA.....

    :D

    NEIRY COSTA

    ResponderExcluir
  6. Ir ao mercado do bosque! Isso sim é romântico meu caro. Parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Ai que lindo!!! Me apaixonei no mercado, foi qdo, sentada num desses bancos, (obrigado Deus, pois eles não falam...)olhei pra ele e vi a cor de seus olhos e me apaixonei, ai ai ai ai..

    ResponderExcluir
  8. Adorei o texto Ulisses...expressa muito bem o que o mercado do bosque é...heeh...parabens esta a cada dia escrevendo melhor..beijos

    ResponderExcluir