domingo, 9 de janeiro de 2011

Renomear

Ele vai encontrar alguém e vai fazer esse alguém a pessoa mais feliz do mundo. Porque ele sabe bem como fazer isso. Ela será suspeita e cúmplice sobre como abrir mão da sua sorte. Porque ela é profissional neste aspecto. Ele vai querer falar de trabalho. Porque ele precisa. Ela vai tentar não pensar muito a fim de evitar o mundo real. Porque ela tem medo. Ele vai pedir para falar das coisas, da sua condição de mulher. Porque ele se surpreende. Ela vai falar com o silêncio, com a delicada e determinada entrega. Porque ela é só o que ela sabe – muito de pouco. Os dois vão se referir a terceira pessoa como “nisso que a gente vive”. Um segue pensando e refletindo para se encontrar e se situar num contexto que é só presente. O outro, numa luta inútil de permanecer com a mente vazia para não se perder e nem cair no abismo da palavra amor.

3 comentários:

  1. sem palavras! comentário pobre né? eu sei, mas desculpe, nao tenho palavras porque tu disse demais. =P

    ResponderExcluir
  2. "o seu amor é uma mentira que a minha vaidade quer" (cazuza)

    ResponderExcluir